Adeus emocionado ao Chargeonline Brasil

Autor:
Redação

Seção:
Noticiário geral

Publicado em:
30 de Março de 2022

Tempo de leitura:
3 minutos

Adeus emocionado ao Chargeonline Brasil

Por: Redação

Em 1995 Mariano criou o site Chargeonline que se tornou a principal referência de humor gráfico brasileiro na internet, mas, infelizmente, a página, que era atualizada diariamente por uma legião de chargistas de todo o país, foi retirada do ar no dia 5 de março. Mariano, por quase 27 anos, administrou o site enquanto sua saúde permitiu. O artista morreu em 2 de junho de 2021 após ter ficado meses internado por causa de um AVC.

Vários artistas possuíam uma senha pessoal que lhes permitia publicar trabalhos, mas, somente Mariano detinha o status de administrador, com sua morte a a senha principal se perdeu e a manutenção do site acabou por se tornar inviável.

O chargista Bira Dantas foi um dos primeiros a lamentar o fim do Chargeonline

Desde que Mariano Chargista foi hospitalizado, as atualizações foram sendo reduzidas. Mas ainda aconteciam. Quando ele faleceu, a página ainda contava com as atualizações de chargistas que tinham login próprio. Todas as charges que eram atualizadas pelo Mariano ficaram paralisadas na última atualização (outubro/21). Mas o site ainda estava respirando. Há duas semanas não consegui mais fazer uploads. Hoje o website foi suspenso.

O site que diariamente apresentava quase 90 chargistas de todo o Brasil está fora do ar.
Uma pena, este era um dos primeiros sites jornalísticos desde que a internet veio para o Brasil. O mais antigo de charges.

Foi o sonho de um visionário que imaginou criar o maior acervo virtual de #HumorGráfico do Brasil e do mundo.

Ele quase conseguiu...

Foi bravo o trabalho do Mariano e a sua Chargeonline foi a proposta mais moderna que eu vi surgir no mundo internético. Descanse em paz, Chargeonline.

William Medeiros, chargista com experiência no setor de internet, esclarece que uma das dificuldades em manter o site foi sua própria programação: "Há uns 10 anos sugeri ao Mariano colocar o site na plataforma de Wordpress, até me ofereci para ajudar, mas ele era irredutível em fazer o site em php, porque ele disse que tinha feito uma programação do jeito que ele queria. O pior é que agora, todo o conteúdo está preso no servidor, se a conta não foi completamente desativada".

Ao saber do fechamento do Chargeonline, o cartunista Vasqs lançou um apelo aos colegas; "Todo aquele acervo foi perdido? Perdemos esse tesouro? Lamentável!!! Ainda hoje acho que valeria a pena, se for possível, levar adiante esse projeto, era uma espécie de museu da charge brasileira de uma época".

Uma vez que diversos chargistas se mostraram tristes com o fim do Chargeonline, seria absurdo sonhar que o site, como a Fenix, venha a renascer das cinzas?

MARIANO - Chargista e ilustrador, atuou no Pasquim, Jornal do Brasil, Última Hora, O Globo, Cadernos do Terceiro Mundo, Jornal da Ciência, da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência); vencedor por três vezes do Salão de Humor de Piracicaba: 1982 (cartum), 1986 (caricatura) e 1989 (charge) e produziu charges animadas para telejornais (TV Manchete e Rede Bandeirantes, no início dos anos 90).  Autor dos livros “Abre-te Sésamo!” (charges sobre a abertura política, publicado em 1980 ) e “Até Aí Morreu Neves” (charges sobre o processo de redemocratização e a morte de Tancredo Neves, publicado em 1986).