O mais carioca dos gaúchos partiu

Autor:
Redação

Seção:
Desenhistas

Publicado em:
20 de Abril de 2022

Tempo de leitura:
2 minutos

O mais carioca dos gaúchos partiu

Por: Redação

Morreu aos 68 anos, na madrugada do dia 18 em decorrência de hemorragia digestiva e infarte, o cartunista, chargista, ilustrador e jornalista Aliedo Kammar. Nascido em Porto Alegre em 1954 começou a carreira como ilustrador publicitário naquela cidade mas no final dos anos de 1970 passou para o jornalismo ilustrando para o Correio do Povo. Em 1984 muda para o Rio de Janeiro e se incorpora a equipe do Jornal do Brasil e colabora com o Pasquim, revista MAD e Bundas, além de ilustrar livros. Aliedo também chegou a produzir algumas vinhetas animadas para a Rede Globo de Televisão nos anos 2000.

Rick Goodwin, jornalista que foi o editor das entrevistas do Pasquim e criou a Pacatatu, uma agência de cartunistas brasileiros que distribuiu a produção de Aliedo através do projeto Humor em Geral, relatou que o artista ficou muito abalado com o fechamento do Jornal do Brasil onde viveu um grande momento profissional e se declarou “arrasado com a partida do amigo” lembrando que da equipe inicial do projeto apenas cinco ainda estão vivos.

A ilustradora Mariana Massarani, que trabalhou 12 anos ao lado de Aliedo na redação do Jornal do Brasil, também lamentou a morte do amigo lembrando que ele era uma “Figuraça! Na juventude foi um galã. Costumava dançar com uma ex-vedete que tinha perdido as duas pernas. Frequentou muito o Lamas e chegou a ir no programa do Chacrinha, cantar”.

.......................

Foto de abertura: montagem sobre foto do artista (retirado do facebook) apresentando ilustrações de Aliedo para o livro Dicionário Amoroso do Rio De Janeiro de autoria de Álvaro Costa e Silva.