Quadrinhos

As histórias em quadrinhos e seus criadores através do tempo

Tem início a jornada do herói nos quadrinhos

Guto Camargo

Até os anos de 1920 os quadrinhos eram histórias cômicas, mas a coisa começou a mudar quando Roy Crane criou em 1924 o pequeno Wash Tubbs (Tubinho no Brasil). Inicialmente tratava-se de mais uma tira cômica mas o autor foi mudando o enredo e ela se tornou a primeira HQ de aventura com um herói fixo.

Ramona Fradon; uma pioneira no universo da DC

Guto Camargo

A indústria dos quadrinhos é um ambiente dominado por homens onde poucas mulheres conseguem se impor. Ramona Fradon foi uma delas. Ingressando na DC nos anos de 1950 teve uma carreira longeva e faleceu aos 97 anos em 24 de fevereiro, por isso a Revista Pirralha a homenageia no mês da Mulher

Maurício de Sousa; a esfinge dos quadrinhos

Redação

Uma megaexposição comemorativa dos 60 anos de criação da personagem Mônica no Museu Casa das Rosas (av. Paulista, São Paulo), voltada para a literatura, suscita uma série de reflexões por parte de artistas da Revista Pirralha sobre o lugar ocupado por Maurício de Sousa na área dos quadrinhos brasileiros

O roteirista Bob De Groot morre aos 82 anos

Redação

O roteirista Bob (Robert) De Groot, nasceu em Bruxelas, em 26 de Outubro de 1941 e morreu dia 17 de novembro, aos 82 anos. Apesar de não ter todas suas criações disponíveis em nosso país foi uma perda sentida para os leitores de quadrinhos, principalmente para os apreciadores da escola franco-belga.

O artista que faz história no quadrinho

Colaboradores

Watson Portela marcou com seu trabalho as décadas de 1980 e 90 quando a produção de quadrinhos nacional ocupava um lugar privilegiado nas bancas de jornais. Por ocasião do seu aniversário o colaborador da Revista Pirralha, Bira Dantas, presta uma homenagem ao colega em depoimento especial para o site.

A aventura de editar um gibi no Brasil

Colaboradores

Rodolfo Zalla, nascido na Argentina, após marcar presença nos quadrinhos brasileiros desde 1963 cria a Editora D-Arte em 1981 e publica duas das mais importantes revistas do gênero terror no Brasil. Mestres do Terror e Calafrio, que formaram leitores e artistas e circulam até hoje pela editora Ink&Blod

O balão chega aos quadrinhos brasileiros

Guto Camargo

Este é segundo texto sobre a história do surgimento do balão de fala nos quadrinhos, esta parte analisa o seu surgimento no Brasil no início do século XX pelas páginas da revista O Tico-tico, uma publicação que apesar de priorizar o recurso de legenda abaixo do quadro abriu espaço para os balões.

A busca do balão perdido nos quadrinhos

Guto Camargo

O balão de fala certamente é um dos elementos mais característicos das histórias em quadrinhos. Dependendo da forma como se apresenta ele pode indicar uma conversa em tom amigável, um grito, um sussurro e até mesmo o pensamento do personagem; mas a data de seu aparecimento não é muito clara.

Os Super-Heróis mais populares do Brasil

Colaboradores

Quem são os super-heróis mais populares do Brasil? Guilherme "Smee", pesquisador especializado em quadrinhos, fundador e curador da Gibiteca da Biblioteca Pública do Estado (RS) foi a campo para responder esta pergunta e apresenta o resultado de sua pesquisa aos leitores da Revista Pirralha