Espanha oficializa o "Dia del Comic y del Tebeo"

Autor:
Redação

Seção:
Noticiário geral

Publicado em:
21 de Março de 2023

Tempo de leitura:
6 minutos

Fragmento do cartaz oficial criado pelo ilustrador Max para o comemorar o dia dos quadrinhos

Espanha oficializa o "Dia del Comic y del Tebeo"

Por: Redação

O Conselho de Ministros da Espanha decretou que o dia 17 de março passa a ser o Día del Cómic y del Tebeo, pois neste dia, em 1917, circulou o primeiro número da revista TBO que circulou até 1998. A pronúncia, "tebeo", tornou-se sinônimo de história s em quadrinhos na Espanha, um fenômeno semelhante ao ocorrido no Brasil com a publicação Gibi, lançada por aqui em 1939, portanto, podemos dizer que neste dia, na Espanha, se celebra o Dia dos Quadrinhos e dos Gibis.

Em declaração oficial o governo espanhol assinala que com este ato pretende reconhecer "o valor das histórias em quadrinhos e dos gibis, o peso de sua história e sua importância no contexto atual, sua diversidade, criatividade e qualidade. Também visa declarar apoio efetivo ao setor. Reconhece além disto o papel de seus profissionais na vida social e cultural, atraindo novos leitores" e que "se trata de dar visibilidade a indústria através de diferentes atividades".

"A Administração Geral do Estado, através do Ministério da Cultura e Desportos, está implantando políticas de reconhecimento do trabalho dos criadores de histórias em quadrinhos. Muitas vezes elas tem sido considerados como disciplinas mistas e próximas das artes plásticas. Com a declaração do Dia do Quadrinho e do Gibi se pretende oferecer reconhecimento e apoio público. É uma forma de expressão artística madura, popular e de alto nível criativo.'
Trecho da declaração oficial do governo espanhol

A criação da data comemorativa é o resultado da mobilização dos quadrinhistas espanhóis e foi proposta pela Asociación Sectorial del Cómic (Associação do Setor de Quadrinhos),  incluída na Proposição de Lei para o Reconhecimento e Dignificação do Setor de Quadrinhos na Espanha e aprovada por unanimidade em 19 de outubro de 2021. Agora, neste ano, pela primeira vez se celebra oficialmente o Dia dos Quadrinhos e dos Gibis.

Por ocasião  do Dia dos Quadrinhos foi criado também o Grupo de Trabalho dos Quadrinhos, no âmbito da Mesa do Livro, um fórum especializado com o objetivo de analisar a situação dos quadrinhos no panorama literário espanhol que, segundo reportagem da Radio e Televisión Española  (RTVE,) é composto por cerca de 250 livrarias dedicadas ao setor, 40 editoras especializadas e mais de 4.100 títulos sendo mais de mil deles de autores espanhóis.

UM POUCO DE HISTÓRIA - A revista TBO foi lançada pela oficina de litografia de Arturo Suárez, de Barcelona, e tinha periodicidade semanal. Circulou entre 1917 e 1998, passando por períodos difíceis; durante a Guerra Civil quando circulou apenas na zona republicana e no período da II Guerra Mundial sofreu restrições na cota de papel e teve problemas com sua licença de publicação, o que fez com que a circulação fosse bastante irregular pelo menos até 1951 quando a situação foi normalizada. A origem do nome da revista é atribuída a abreviação da expressão "Te vejo", reformulada para "TBO" e, apesar de mudar de editora ao longo das décadas, o nome foi mantido até 1998. Nos seus últimos anos a circulação voltou a ser irregular até o cancelamento definitivo, época em que pertencia a Ediciones B, antiga Editorial Bruguera, que havia sido sua grande concorrente por décadas. Em 1968 o Dicionário da Real Academia Española incluiu o termo "tebeo" como sinônimo de histórias em quadrinhos (na reprodução o número 1 de TBO. Clique na imagem para ampliar).
Com informações do site "A la Premsa d'Aquell Dia", blog do sebo de mesmo nome especializado em revistas e jornais localizado na cidade de Barcelona

O dia do quadrinho no Brasil

O Brasil já comemora os artistas e as obras em quadrinhos de maneira ininterrupta, ainda que não reconhecido oficialmente pelo Estado, desde 1985 quando a Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas (AQC) criou o Dia do Quadrinho Nacional a ser comemorado em 30 de janeiro. Foi nesta data, em 1869, que a revista Vida Fluminense publicou aquela que é considerada a primeira história em quadrinhos veiculada no país; As aventuras de Nhô Quim ou Impressões de uma viagem à corte, criada por Ângelo Agostini.

A data foi lançada em uma exposição no Sesc Pompéia, em São Paulo, quando, segundo os integrantes da AQC, foi restabelecida a verdade histórica uma vez que no ano anterior na cidade do Rio de Janeiro foi realizada outra exposição onde se comemorava 50 anos de HQs no Brasil tendo como marco o lançamento do Suplemento Juvenil, acontecido em 1934, ou seja, muito depois dos quadrinhos terem sido efetivamente introduzidos por aqui.

O fato é que desde sua formalização a data  é considerada pelos quadrinhistas e pela imprensa como a data comemorativa das histórias em quadrinhos no Brasil e passou a envolver todo tipo de quadrinho, dos cômicos aos heroicos, dos gibis ás graphic novels. Já está na hora do Congresso Nacional, seguindo o exemplo espanhol, aprovar uma lei para consolidar definitivamente Dia do Quadrinho Nacional em 30 de janeiro.